segunda-feira, 3 de janeiro de 2011


Tem uma felicidade mansa por dentro, devagarinho. A casa bonita. Os dias bonitos. A roseira bonita. E pessoas novas (tem coisa melhor que gente?). E trabalhos novos (breve a cores). Guardo o meu amor por dentro. É precioso. Pensar nele faz com que eu tenha vontade de cuidar de mim mesmo – então é bom. Guardando, guardando, feito jóia. Precioso, delicado. (...) As coisas vão dar certo. Vai ter amor, vai ter fé, vai ter paz – se não tiver, a gente inventa.

Caio F. Abreu
(amém!)

2 comentários:

Bella Nonato disse...

pq esse caio mata a gente do coração com tanta verdade eimm?? bjoo bábisssss ♥

Mari disse...

amém! 2